Atividade registra terceira queda seguida, aponta CNI

É a terceira vez consecutiva que há retração dos indicadores industriais, com exceção das vendas reais do setor

A indústria apresentou em maio a terceira queda seguida da atividade, segundo dados divulgados ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na comparação com o mês imediatamente anterior, com ajustes sazonais, é a terceira vez consecutiva que há retração dos indicadores industriais, com exceção das vendas reais do setor.

A utilização da capacidade instalada na indústria brasileira ficou em 80,7% em maio, segundo os dados. O índice ficou abaixo daquele registrado em abril, que foi revisado de 81,1% para 80,9%. Em relação aos 82,5% registrados em maio de 2013, pela série dessazonalizada, a utilização da capacidade instalada mostrou queda em maio de 2014.

Os indicadores industriais de maio, quando comparados a abril, mostraram queda - exceto as vendas reais, medidas pelo faturamento do setor, que subiram 0,3%. Nessa base de comparação, as horas trabalhadas caíram 0,4%, o emprego recuou 0,3%, a massa salarial real apresentou queda de 0,9% e o rendimento médio real caiu 0,2%.

 

Fonte: O Popular