Preço da cesta básica cai em 11 capitais, diz Dieese

Óleo de soja, tomate, feijão e batata estão entre os produtos que tiveram redução

O preço da cesta básica caiu em 11 das 18 capitais brasileiras analisadas pela Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos, que é divulgada todos os meses pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos). As maiores quedas ocorreram em Recife (-1,99%), São Paulo (-1,39%) e em Natal (-1,18%). Já as altas ocorreram em Goiânia (1,36%), Aracaju (1,15%), Brasília (1,10%), Porto Alegre (0,62%), Manaus (0,26%) e Florianópolis (0,04%).

A cesta mais cara, entre as 18 capitais brasileiras analisadas, é a de Florianópolis (R$ 340,76), seguida por São Paulo (R$ 333,12). A cesta mais barata é a de Aracaju (R$ 233,18).

Entre os produtos que compõem a cesta básica do Dieese que apresentaram queda estão o óleo de soja, tomate, feijão e a batata, com redução na maior parte das localidades. Por outro lado, a carne bovina apresentou aumento de preço em todas as capitais analisadas. O leite, o arroz e o pão francês foram outros produtos que apresentaram aumento de preço na maior parte das capitais.

A Constituição estabelece que o salário mínimo deve suprir despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. O Dieese estima que o salário mínimo ideal, em setembro, seria de R$ 2.862,73, valor 3,95 vezes superior ao valor do salário mínimo atual de R$ 724,00. 

 

Fonte: R7