Sindicalistas se reúnem, hoje, com presidentes da Câmara e do Senado para tentar barrar MPs que retiram direitos dos trabalhadores

Determinadas a garantir os direitos dos trabalhadores, a Força Sindical e as demais Centrais estarão, hoje (dia 10), no Congresso Nacional

 Para sensibilizar os parlamentares a rejeitar as Medidas Provisórias números 664 e 665, que alteram as regras do seguro-desemprego, abono salarial, seguro-defeso, pensão por morte, auxílio-doença e auxílio-reclusão.

"Defendemos a revogação destas medidas porque elas retiram direitos dos trabalhadores conquistados a duras penas e ao longo dos anos", diz Miguel Torres, presidente da Força Sindical.
 
Os sindicalistas terão a seguinte programação:
 
- Às 15h30 horas: reunião com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no gabinete da presidência e
- Às 16 horas: reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, no gabinete da presidência.

 

Fonte: Força Sindical