Consumidor está mais inseguro em relação ao emprego, indica ACSP

37% dos entrevistados se disseram inseguros no emprego.
Confiança do consumidor recuou para 128 pontos em fevereiro.

A confiança do consumidor brasileiro recuou em fevereiro, segundo a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O indicador ficou em 128 pontos no mês passado - 9 a menos que o registrado em janeiro, e 17 a menos que em fevereiro de 2014.

A queda, segundo Rogério Amato, presidente da ACSP, "se deve ao fato de que o consumidor está mais inseguro em relação ao seu emprego e ao futuro, o que se reflete na sua intenção de compras".

"E esse quadro também pode ser explicado pela alta da inflação e pelo tarifaço, com aumento de tarifas de energia elétrica, transporte e combustíveis. Outro fator é a elevação da taxa de juros para combater a inflação", aponta, em nota.

Insegurança
A pesquisa aponta que, em fevereiro, o total de entrevistados que se disseram inseguros no emprego (37%) superou a parcela dos que responderam estar seguros (31%). Há um ano, os inseguros eram apenas 21%.

"Apesar da maior insegurança no emprego, o número de pessoas conhecidas dos entrevistados que foram demitidas ficou praticamente estável, com média de 3 pessoas em fevereiro contra uma média de 3,3 pessoas em janeiro. Isso mostra que, no círculo de amigos e familiares dos entrevistados, não foram sentidos, ainda, os efeitos das recentes altas no desemprego, mostradas pelos dados oficiais", diz a ACSP.

 

Fonte: G1