Brasil cobra imposto caro, mas é o que dá menos retorno à população

O Brasil continua oferecendo péssimo retorno aos contribuintes, no que se refere à qualidade do ensino, atendimento de saúde pública, segurança, saneamento básico, entre outros serviços

Pelo quinto ano seguido, o Brasil aparece entre os 30 países do mundo que mais cobram impostos. Também pela quinta vez, o país ocupa a lanterna em termos de qualidade dos serviços públicos prestados à população.

Os dados do "Estudo sobre a Carga Tributária/PIB X IDH" foram divulgados nesta segunda-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). 

Quando se avalia a relação entre carga tributária e qualidade dos serviços públicos -como educação, saúde e transporte--, o Brasil fica atrás de vizinhos como Uruguai (11º) e Argentina (19º). 

Austrália, Coreia do Sul e Estados Unidos ocupam as primeiras posições.

"O Brasil continua oferecendo péssimo retorno aos contribuintes, no que se refere à qualidade do ensino, atendimento de saúde pública, segurança, saneamento básico, entre outros serviços", disse o presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

Veja o ranking

  1. Austrália
  2. Coreia do sul
  3. Estados unidos
  4. Suíça
  5. Irlanda
  6. Japão
  7. Canadá
  8. Nova Zelândia
  9. Israel
  10. Reino unido
  11. Uruguai
  12. Eslováquia
  13. Espanha
  14. Islândia
  15. Alemanha
  16. Grécia
  17. República Tcheca
  18. Noruega
  19. Argentina
  20. Eslovênia
  21. Luxemburgo
  22. Suécia
  23. Áustria
  24. França
  25. Bélgica
  26. Itália
  27. Hungria
  28. Dinamarca
  29. Finlândia
  30. Brasil

 

Fonte: UOL