Alô Trabalho atinge 51,5 mil atendimentos no primeiro mês

Com 13 mil ligações, São Paulo foi a cidade com maior demanda, seguida pelo Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Em Goiânia, foram 2.197 chamadas atendidas.

A central de atendimento Alô Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), completou o primeiro mês registrando o atendimento de 51.574 chamadas, tendo a média de 2.242 por dia. Inaugurada no último dia 31 de abril pelo ministro Manoel Dias, a ferramenta, acessada gratuitamente de telefones fixos pelo número 158, pode receber até 26 mil ligações diárias e 780 mil por mês.

A cidade de São Paulo foi quem mais demandou a Central nesse período, com 13.616 atendimentos, seguido pelo Rio de Janeiro, que realizou 5.162; Belo Horizonte, com 4.043; Brasília, com 3.015; Fortaleza, com 2.299, e Goiânia, com 2.197 chamadas atendidas.

O Alô Trabalho foi pensado como um canal de comunicação direto que permite maior qualidade e amplitude no atendimento ao trabalhador de todo o País que procura informações sobre os programas e serviços do MTE, como: legislação trabalhista, Caged, Rais, Seguro-Desemprego, Abono Salarial, Carteira de Trabalho, dentre outros.

O ouvidor-geral do MTE, Edson Luis Gonçalves, avaliou positivamente o primeiro resultado do serviço: "O Call Center começou muito bem. Estamos fazendo pequenos ajustes e a expectativa é que o número de chamadas aumente progressivamente nos próximos meses", explicou.

"Nossa intenção é melhorar cada vez mais a qualidade das nossas ações através da modernização da infraestrutura do MTE. Somente com uma ligação, o trabalhador consegue esclarecer as suas dúvidas, evitando, assim, o deslocamento até uma agência regional", ressaltou o ouvidor.

Composta por estrutura que combina telefonia e informática, a Central foi planejada para ter 157 Posições de Atendimento (PAs) operando de forma simultânea, sendo que cada PA funciona ininterruptamente por 12 horas diárias. Além do atendimento telefônico, o Alô Trabalho conta ainda com uma equipe para responder as mensagens enviadas pelo Fale Conosco do MTE (http://portal.mte.gov.br/faleconosco/).

 

Acesso

O contato com a Central pode ser feito através de uma chamada gratuita de qualquer telefone fixo, público ou privado. Há também a possibilidade de acesso via telefonia móvel. Nesse caso, no entanto, os custos são por conta do usuário.

O atendimento eletrônico é feito por meio de informações pré-gravadas onde o cidadão, utilizando-se de menus (árvore de voz), escolhe a opção desejada. Esse atendimento funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. Caso não encontre a informação desejada no processo digital, o trabalhador tem opção de falar com um atendente. O atendimento humano funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Fonte: DM