Centrais Sindicais farão protesto contra juros altos

Os juros altos prejudicam a produção e os trabalhadores arcam com a conta

Um pódio será montado para  premiar especuladores
com medalhas de 'Campeões Mundiais de Juros Altos'

As  Centrais Sindicais realizarão hoje (28), às 10 horas, em frente ao Banco Central, em São Paulo, uma manifestação contra os juros altos, que penalizam a produção e reduzem os empregos. O ato, que reunirá milhares de trabalhadores na Av. Paulista, terá um pódio com três lugares, aonde artistas representando banqueiros e especuladores irão receber medalhas de 'Campeões Mundiais de Juros Altos'. "Lutamos pelo crescimento da economia, pelo aumento da produção e dos empregos e contra a política que beneficia especuladores financeiros", diz Miguel Torres, presidente da Força Sindical.

Os juros altos prejudicam a produção e os trabalhadores arcam com a conta. Um exemplo prático é a situação dos metalúrgicos da Combustol Metalpó. Eles entraram em greve ontem (27) em protesto ao fato de a empresa ter reduzido a jornada de trabalho e os salários por conta própria, sem negociação com o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, e querer parcelar o pagamento das verbas rescisórias de trabalhadores que pediram para ser demitidos porque não aceitaram o acordo de redução. A empresa tem 340 funcionários.
 

Fonte: Força Sindical