Servidores da Celg retornam ao trabalho hoje

Decidiram encerrar temporariamente o movimento após receber garantias de reposição salarial em negociação com a Eletrobras

Após 72 horas de paralisação, os servidores Celg devem retornar hoje ao trabalho. Os integrantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas de Goiás (Stiueg) chegaram a fechar os portões para impedir a entrada de funcionários na manhã de ontem. No entanto, decidiram encerrar temporariamente o movimento após receber garantias de reposição salarial em negociação com a Eletrobras.

O acerto com a empresa que regula o setor elétrico no Brasil foi feito em negociação nacional, que também terá efeitos em outros 10 Estados. Foi acertado que haverá reposição salarial de 8,17% retroativa a maio. O vale alimentação saiu de R$ 800 para R$ 1.000.

Diretor Administrativo do Stiueg, João Maria de Oliveira afirma que a paralisação poderá ser retomada na semana que vem. Isso porque o sindicato terá audiência na terça-feira com a direção da Celg em uma negociação local.

Entre as demandas do sindicato estão as criações do plano de cargos e remunerações e de um auxílio-creche. Antes do fim da paralisação, a diretoria da Celg divulgou nota onde afirma que "tem buscado uma solução responsável" para as demandas da categoria e está aberta a negociações.

 

Fonte: O Popular