Conta de luz fica mais cara em Goiás (1)

Aneel autorizou reajuste médio de 6,89%

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a Celg a reajustar as tarifas de energia em 6,89% em média a partir do próximo sábado (12). O reajuste foi autorizado nesta terça-feira (8), nas tarifas da Celg Distribuição S.A. e valerá em 237 municípios de Goiás.

Para consumidores residenciais, a alta média será de 6,71%, enquanto para a indústria a elevação média será de 7,23%. Os índices aprovados funcionam como um teto, o que significa que a empresa tem autonomia para repassar aos consumidores um porcentual menor.

Setembro é a data-base da Celg para a correção do preço do quilowatt/hora (kWh) fornecido aos seus clientes. O pedido de reajuste foi feito pela estatal goiana no início de agosto. De acordo com o diretor de regulação da Celg D e vice-presidente da Celg Par, Elie Chidiac, o índice de reajuste da energia é calculado pela reposição da inflação dos 12 meses anteriores e dos custos não gerenciáveis da empresa (despesas com geradores e transmissores de energia elétrica).

No início do ano, a Aneel já havia autorizado um aumento médio de 27,5% nas tarifas.

 

Fonte: O Popular