Inflação do aluguel tem alta na primeira prévia de setembro

Farelo de soja e refrigerantes influenciaram o indicador, segundo FGV

A inflação do aluguel, medida pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), teve alta de 0,56% na primeira prévia de setembro, de acordo com dados da FGV (Fundação Getulio Vargas). No mesmo período de apuração do mês anterior, a variação foi de 0,10%.

Os itens individuais que mais influenciaram a alta foram o farelo da soja, os refrigerantes e os adubos e fertilizantes compostos. Já os que deram maior alívio foram a cebola, o mamão e o tomate.

O indicador é formado pela média aritmética ponderada de três outros índices de preços: o IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) com 60%, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) com 30% e o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) com 10%.

O IPA registrou variação de 0,75%, no primeiro decêndio de setembro. No mesmo período do mês de agosto, o índice variou -0,06%. A taxa de variação do índice referente a Bens Finais passou de -0,72% para 0,52%.

Contribuiu para este movimento o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de -8,33% para -1,33%. O índice correspondente aos Bens Intermediários variou 0,83%, ante 0,73%, no mês anterior. A principal contribuição para este avanço partiu do subgrupo embalagens que passou de -0,05% para 1,45%.

 

Fonte: R7