Cinco dicas para economizar no aluguel

Com os preços nas alturas e pouca garantia do que vem daqui para a frente, morar em um imóvel alugado em vez de comprar a casa própria pode ser uma boa escolha, ao menos por enquanto.

Pode cair, pode subir, pode ficar onde está: cada especialista, analista e corretor tem uma avaliação diferente sobre o mercado imobiliário no Brasil. Com os preços nas alturas e pouca garantia do que vem daqui para a frente, morar em um imóvel alugado em vez de comprar a casa própria pode ser uma boa escolha, ao menos por enquanto.

Mas mesmo essa opção está cara. Só em 2013, o valor do aluguel subiu quase 10% em São Paulo, segundo uma pesquisa do Secovi. Em algumas regiões da cidade, a alta chegou a 140% nos últimos sete anos. Por isso, preparamos algumas dicas para economizar também no aluguel - e guardar dinheiro para comprar um imóvel quando for a hora.

1) Procure um lugar menor

Esteja preparada para fazer um pouco de sacrifício. Você pode não ter todo o espaço que desejaria para guardar suas roupas e sapatos, mas pense bem: você não precisa de tudo isso mesmo. Aproveite para limpar os armários. Menos metros quadrados são menos reais de aluguel - e mais reais no seu bolso.

2) Considere morar em uma região menos valorizada

Uma simples mudança de bairro pode cortar à metade seus custos com aluguel. Talvez seu restaurante favorito fique mais longe, mas será que não vale a pena? Leve em consideração a distância até o trabalho ou a faculdade e faça as contas: quanto você gasta com moradia e transporte? Morar perto do trabalho pode economizar umas boas centenas de reais em gasolina e estacionamento.

3) Negocie

Com os parâmetros do mercado tão "perdidos", é possível negociar bons descontos. se o proprietário estiver com o imóvel vago há algum tempo, vai estar mais disposto a baixar o preço do alugue, especialmente em caso de apartamentos, já que a despesa com o condomínio estará pesando no bolso dele.

4) Divida o apartamento

O aluguel de um apartamento de dois quartos é mais barato que o de dois apartamentos de um quarto só. Dividir o imóvel pode trazer algumas dores de cabeça, mas tem suas vantagens também: além da economia, é alguém com quem dividir a responsabilidade de chamar o encanador, esperar o instalador da TV a cabo e fazer as compras. Além de ser uma companhia para aquele sábado de marasmo.

5) More bem

Qualquer que seja sua escolha, você precisa se sentir à vontade quando entra em casa. Depois de um dia estressante no trabalho, não há nada pior que se sentir incômoda dentro da própria casa. Faça concessões, mas só aquelas com as quais se sentir confortável.

 

 

Fonte: R7