Taxa de juros do cartão de crédito é a maior em 19 anos, mostra Anefac

No cartão de crédito, a taxa passou de 361,4% ao ano em setembro para 368,27% no mês passado

Os juros cobrados dos consumidores nas operações de crédito continuaram subindo em outubro, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira (12) pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac). No cartão de crédito, a taxa passou de 361,4% ao ano em setembro para 368,27% no mês passado - a maior desde os 385,86% registrados em março de 1996.

Houve elevação nos juros em todas as modalidades de crédito para as pessoas físicas pesquisadas pela Anefac. No cheque especial a taxa passou de 222,16% para 226,39% ao ano, a maior desde setembro de 1999, quando era de 241,98%.

No comércio, os juros subiram de 86,26% para 86,9% ao ano. No financiamento de automóveis, a taxa passou de 29,84% para 30,15% ao ano. Já no empréstimo pessoal em bancos, a taxa subiu de 63,84% para 64,59%, enquanto em financeiras passou de 146,28% para 149,03%.

Com as elevações, a taxa média de juros cobrada das pessoas físicas em operações de crédito subiu de 131,1% em setembro para 132,91% ao ano em outubro - a maior desde abril de 2009, quando estava em 133,7%.

Empresas

Para as pessoas jurídicas, a Anefac mostrou que, das três linhas de crédito pesquisadas, todas foram elevadas no mês. A taxa de juros média geral passou de 62,33% ao ano em setembro de 2015 para 63,08% ao ano em outubro de 2015, sendo esta a maior taxa de juros desde abril de 2009.

 

Fonte: Força Sindical