Seminário do DIEESE no SMC ressalta importância da qualificação do dirigente sindical

O evento teve como objetivo qualificar os dirigentes sindicais para, em tempos de crise, discutir com as empresas a forma de preservação dos empregos e manutenção dos postos de trabalho

Cada vez mais a qualificação torna-se elemento fundamental para o trabalho do representa sindical no chão de fábrica. Esta é uma linha tomada pelo SMC há anos e que continua forte. Prova disso foi a realização do "Seminário Negociações Coletivas em Ambiente de Crise: Ações Estratégicas" na sede do Sindicato nesta semana desde quarta-feira até a manhã desta sexta.

O evento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) teve como objetivo qualificar os dirigentes sindicais para, em tempos de crise, discutir com as empresas a forma de preservação dos empregos e manutenção dos postos de trabalho.

A pauta do Seminário debateu vários assuntos, entre eles, a dinâmica econômica do setor metalúrgico no Brasil e no Paraná, fatores que condicionam os resultados de uma negociação coletiva e a conjuntura do setor e das empresas.

"É uma iniciativa importante por parte dos Sindicatos. Esse seminário especifico teve a ideia de discutir a conjuntura econômica e avançar nas discussões estratégicas para as negociações coletivas e principalmente em relação ao próximo ano", comentou o economista do DIEESE, Sandro Silva.

"Este Seminário veio num momento crucial, onde existe uma aumento do desemprego e baixa produção nas empresas", ressaltou o Secretário Geral, Jamil Davila.

"É importante os trabalhadores pensarem em situações criativas que não impliquem em redução dos empregos e dos salários" analisou, Paulo Roberto Arantes do Vale, técnico do escritório nacional do DIEESE.

 

Fonte: Força Sindical