CNH Social 2016

Já pensou em poder obter a sua Carteira Nacional de Habilitação gratuitamente? Com o CNH Social 2016, isso é possível!

O CNH Social, também conhecido como CNH Popular, é um projeto criado pelo governo em 2011 que possibilita o acesso gratuito a Carteira Nacional de Habilitação aos motoristas que possuem baixa renda. Além disso, o projeto também permite que sejam adicionadas novas categorias a uma CNH já existente gratuitamente. Esse projeto é parte integrante do Projeto Incluir e desde sua criação já beneficiou milhares de pessoas em todo o país. Temos certeza que com o CNH Social 2016, não será diferente, e se você quer fazer parte desse grupo de pessoas beneficiadas, saiba, a seguir, o que você precisa fazer.

Requisitos

Para poder participar do CNH Social 2016, é preciso ter uma renda familiar bruta de até 2 salários mínimos e, além disso, preencher pelo menos um dos requisitos exigidos pelo programa. Vamos conhecê-los melhor a seguir.

  • Estar desempregado há mais de 1 ano (necessário comprovação);
  • Nunca ter tido nenhuma experiência no mercado de trabalho (com a CTPS expedida há mais de um ano);
  • Ser beneficiário do programa Bolsa Família;
  • Estar matriculado na rede pública de ensino e ter apresentado um bom desempenho escolar no ano anterior a inscrição;
  • Receber até 2 salários mínimos e, ainda assim, possuir renda familiar de até 2 salários mínimos;
  • Ser ex-presidiário;
  • Ser portador de alguma deficiência;
  • Ser um pequeno agricultor rural (Segurado Especial) e ter uma receita bruta familiar de até 2 salários mínimos.

Custos

Não existe nenhum custo para participar do programa CNH Social 2016. Ele foi criado pelo governo para auxiliar e beneficiar aqueles que possuem baixa renda ou estão desempregados. Assim, atendendo os critérios exigidos pelo programa, você poderá fazer sua inscrição gratuitamente.

Por enquanto, nenhum DETRAN está com as inscrições abertas para o CNH Social 2016. Assim, o cidadão que tem interesse em participar do­ programa precisa ficar atento. Em cada estado, há um DETRAN. Portanto, é necessário ficar de olho para ver quando o DETRAN de seu estado abre as inscrições para o programa.

 

Fonte: Governo Brasil