Goiânia possui sete mil doses no estoque e não sabe quando receberá próxima cota do governo federal para distribuir

Vacinação contra H1N1 pode ser suspensa na próxima semana

Depois de quatro dias de campanha, a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) já distribuiu todas as doses da vacina contra a gripe H1N1 recebidas do Ministério da Saúde (MS) e não sabe quando terá mais vacinas para distribuir. A gerente de imunização da SES, Clécia Vecci, informou que a segunda cota foi recebida ontem e já começou a ser enviada para os municípios que iniciarão a campanha no próximo dia 18. "Depois que acabar não sabemos quando teremos de novo. É provável que a campanha seja suspensa por um tempo", explicou Clécia.
Conforme a gerente, o Estado possui quatro cotas, e até então foram enviadas duas. Algumas cidades que começaram a vacinar esta semana, não possuem mais vacina, ou estoques estão no final. A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia recebeu ontem 15 mil doses, em que 12 mil foram distribuídas e 3 mil estocadas.

Uma das que aproveitaram as doses de ontem foi Rosa Carvalho, a dona Rosinha, 92 anos, que foi levada pelo filho ao Cais Pedro Ludovico para ser vacinada. "Foi muito rápido, me atenderam muito bem. Não pode deixar passar da época", disse.
Já em Itauçu, para onde foram enviadas 970 doses, a vacinação começou na segunda-feira, dia 11, e as vacinas acabaram no dia seguinte. Em Marzagão, as 250 vacinas acabaram quarta-feira, 13.

Para justificar a falta, Clécia alega que cidades em que doses acabaram rapidamente "vacinaram pessoas além do grupo de risco".

Fonte: O Popular