Ministério da Saúde informa que mais doses serão enviadas aos Estados

7 postos de saúde da capital têm 4,4 mil doses para esta terça

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza hoje 4,4 mil doses de vacina em 7 Centros de Atenção Integral à Saúde (Cais). Essa quantidade foi o que sobrou das doses aplicadas ontem, que foram redivididas para atender à procura hoje. Isso significa que cada unidade terá 630 doses para aplicar em pessoas que estejam dentro do grupo considerado de maior risco para a doença.

Os interessados podem procurar as unidades de Campinas, Chácara do Governador, Guanabara, Bairro Goiá, Finsocial, Pedro Ludovico Teixeira e Novo Horizonte. Segundo a diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Flúvia Amorim, cerca de 80% do grupo de risco já foi imunizado na capital desde que a vacinação começou, em 11 de abril. "Nunca chegamos a 100%, mas nos parece que esse ano chegaremos bem perto."

A diretora informa, no entanto, que a continuidade da aplicação das vacinas depende do repasse das doses por parte do Ministério da Saúde (MS). Em Goiânia, o número de pessoas que se encaixam no perfil de atendimento soma 332 mil. Já no Estado, o total que deve ser imunizado é de 1,4 milhão. Segundo o MS, mais de 1 milhão de brasileiros já receberam a dose. O MS informou que enviou para Goiás 1,5 milhão de doses da vacina.

Aparecida

Em Aparecida de Goiânia, a vacinação também continua hoje. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, todas as unidades básicas, assim como os Cais Nova Era e Colina Azul, o Ambulatório Central e a Maternidade Marlene Teixeira, terão doses para serem aplicadas hoje. A distribuição de senhas e organização das filas começa à 8 horas e segue até as 17 horas, ou enquanto houver doses.

O dia de vacinação ontem na capital foi de filas enormes e um pouco de tumulto no início da manhã. No Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, houve quem reclamasse da demora pela manhã. À tarde, porém, os interessados demoraram cerca de 15 minutos para receber a dose.

Em Aparecida, duas filas diferentes foram formadas para atender, separadamente, crianças de um lado e idosos do outro. Nas duas cidades houve reforço do pessoal atuando diretamente nas imunizações e o mesmo esquema deve ocorrer hoje.

 

Fonte: O Popular