Capacitação profissional encontra na educação à distância um aliado importante

Falta de tempo para capacitação não é mais desculpa

Os cursos online são cada vez mais procurados por alunos goianos. Só no Senai, a busca pela modalidade de ensino cresceu 147,62% em cinco anos. Em 2015, foram inscritos 104.258 alunos, ante 44.215 alunos em 2010. O Senac e o Sebrae não disponibilizam contabilização da procura, mas afirmam que houve crescimento.

Também aumentou o leque de opções de cursos oferecido. No Senai, são 120 alternativas e outras 30 opções chegarão à instituição no segundo semestre. O Sebrae lançou recentemente 45 novas especializações num total de 100 oferecidas. Já o Senac dispõe de 229 cursos, de diversos níveis.

A procura por cursos online se dá diante dos benefícios oferecidos pela modalidade como a flexibilidade de horários e turnos de estudo oferecida. Se o estudante não tem tempo para estudar nos horários convencionais, nos cursos online isso não existe. A qualquer hora, o aluno pode acessar as aulas e exercícios, de acordo com o seu próprio ritmo.

"O público da Educação a Distância (EaD) é formado por pessoas que buscam qualificação profissional e não dispõe de muito tempo. Chama a atenção a possibilidade de conciliar os estudos com o trabalho e com aspectos sociais", afirma a gerente de tecnologia e inovação do Senai/Sesi Goiás, Cristiane Neves.

São fatores que chamaram a atenção de Ewller Ayquel Bonfim Dias, de 21 anos. Técnico em mecatrônica, o jovem estava desempregado e sem perspectivas. Foi através de um curso de qualificação em eletricidade que as portas se abriram. "Superou minhas expectativas. O método de ensino engloba teoria e prática. Investi R$ 700 no curso e hoje tenho um salário três vezes maior", diz.

Fonte: O Popular