Novos institutos consolidam Senai como provedor de soluções tecnológicas nas indústrias

Novos institutos consolidam Senai como provedor de soluções tecnológicas nas indústrias

Foto Para Materia

Complexos instalados em Goiânia colocam à disposição das empresas assessoria, consultoria e projetos de inovação

Os Institutos de Tecnologia Senai em Automação e em Alimentos e Bebidas, ambos em Goiânia, integram uma rede nacional formada por 25 centros de pesquisa e desenvolvimento, destinada a oferecer às empresas serviços de metrologia, consultoria e inovação que visam atestar ou elevar a qualidade dos produtos brasileiros. Com pouco mais de dois anos de implantação, os institutos goianos já prestaram diversas consultorias para um número expressivo de organizações. No âmbito do Programa Mais Produtivo, por exemplo, foram atendidas mais de 240 empresas no Estado. A iniciativa promove intervenções de baixo custo nas indústrias para aumentar, em pelo menos 20%, a produtividade, por meio de técnicas de manufatura enxuta. Várias delas superaram a meta do programa, como a Nativa Alimentos, Tecmarques e Goyazes Botas e Bolsas, que alcançaram, em média, mais de 100% de produtividade.

Competitividade

Com investimento superior a R$ 26 milhões, dos quais R$ 18,3 milhões financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Senai concluiu este ano a implantação em Goiás dos Institutos de Tecnologia em Automação e em Alimentos e Bebidas. A iniciativa faz parte do Programa Senai de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira, da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Senai Nacional, que visa ampliar a oferta de serviços técnicos e tecnológicos especializados, com produtos de maior complexidade e valor agregado, voltados para promover a produtividade e competitividade do setor produtivo.

Um dos focos de atuação dos institutos é desenvolver soluções para inserir o setor produtivo na quarta revolução industrial - a chamada indústria 4.0, cujos processos são permeados por tecnologias digitais, automação e troca de dados que impulsionam e ampliam a produtividade.

 

Fonte: G1 Goiás