Campanha "Não Vai Ter Psiu!" acontece no Dia Internacional da Mulher

Campanha "Não Vai Ter Psiu!" acontece no Dia Internacional da Mulher

Unnamed 750X750

Na próxima quinta-feira (08), no Dia Internacional da Mulher, a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) na praça Universitária, promoverá a campanha "Não Vai Ter Psiu!", que foi idealizada pelo presidente da Câmara Municipal, Andrey Azeredo e instituída em março do ano passado. Integrando a campanha haverá um debate com o tema: "Violência doméstica: o que vem depois?", sendo esse o 8° Encontro em Defesa e Valorização da Mulher.

Segundo Andrey, a expectativa é de que a campanha cresça ainda mais e amplie sua abrangência para toda região metropolitana. Além de afirmar, que "fomos ganhando, a cada edição, mais apoio de formadores de opinião e de instituições de renome e com grande responsabilidade social. Com isso, criamos mais um fórum permanente de conscientização para quebrar o silêncio, debater e combater todos os tipos de violência contra as mulheres", frisou Andrey Azeredo.

 "Não Vai Ter Psiu!"

De caráter suprapartidário e voltada para a Região Metropolitana, a campanha foi criada com o objetivo de combater todas as formas de violência e assédio às mulheres e em 2017  foram realizados sete encontros, cinco na Capital e dois em Aparecida de Goiânia. A partir do segundo evento foi firmada parceria permanente com o projeto Semeando a Paz (idealizado pelas professoras universitárias Ilma Araújo e Neusa Valadares).

 Roda de Conversa

Nesta segunda parceria com a PUC (em outubro de 2017 a instituição sediou o 6º Encontro da campanha), o evento terá formato dinâmico com uma roda de conversa que vai abordar temas acerca da violência doméstica tais como a identificação do crime, a motivação do agressor, a pós- violência e o processo de superação. O debate será moderado pela professora Luciene Campos Falcão Silveira, mestre em Psicologia e coordenadora do Programa Interdisciplinar da Mulher, Estudos e Pesquisas (Pimep).

A roda de conversa vai reunir um time de especialistas no assunto com vasta experiência: a advogada e professora Ilma Araújo, presidente da Associação Projeto Semeando a Paz, a psicóloga, terapeuta conjugal e familiar e mestre em Psicologia Clínica e Cultura, Florença Ávila de Oliveira Costa e a professora e psicóloga Vera Lúcia Morselli, criadora e coordenadora desde 2002 do Programa "Em Nome da Vida" de extensão permanente e uma das fundadoras da Associação Centro Oeste de Terapia Familiar (ACOTEF).

Fonte: Diário do Estado