UFG é 11ª colocada entre instituições da América do Sul em pesquisas de ciências naturais

UFG é 11ª colocada entre instituições da América do Sul em pesquisas de ciências naturais

UFG

A Universidade Federal de Goiás (UFG) ficou na 11ª colocação em ranking das 20 instituições acadêmicas da América do Sul que mais publicaram artigos na área de ciências naturais e da terra. A lista é da revista acadêmica Nature, que reúne as principais pesquisas da área. A lista leva em consideração publicações entre 2015 e 2017.

Pró-reitor de pós-graduação da UFG, o professor Laerte Guimarães Ferreira explicou que a revista é a principal publicação científica da área. A colocação da universidade coloca a instituição como primeira do Centro-Oeste na área.

"Apesar das dificuldades com orçamento, a nossa colocação mostra que conseguimos manter a excelência acadêmica. Um dos fatores que contribui para maior impacto são as parcerias internacionais na área", destacou.

Ainda conforme o professor, as pesquisas acadêmicas da UFG na área englobam as áreas de geologia, geografia, ciências ambientais, ecologia, entre outras. As pesquisas que mais se destacam, conforme o pró-reitor, são as ligadas à conservação do meio ambiente.

"Das linhas de pesquisa, as que chamam mais a atenção são aquelas na área de conservação ambiental, planejamento de conservação e identificação de áreas prioritárias para conservação. Na UFG, temos 78 programas de pós, dos quais o de conceito máximo é o de ecologia e evolução, enquanto o segundo melhor colocado é o de ciências ambientais", detalhou.

Laerte avaliou que a boa colocação da universidade no ranking é o reconhecimento da dedicação dos profissionais da área e também do investimento no corpo docente e pesquisadores.

 

Fonte: G1 Goiás.